Coritiba vence Ceará por 1 a 0 e conquista vaga inédita à final da Copa do Brasil

 

Robertson Luz/AE
 

Anderson Aquino marcou o gol da vitória do Coritiba sobre o Ceará pela Copa do Brasil

25/05/2011 - 23h47

Coritiba vence Ceará por 1 a 0 e conquista vaga inédita à final da Copa do Brasil

João Carlos de Santa
Em Curitiba

O Coritiba fez o necessário para se classificar pela primeira vez à final da Copa do Brasil. Jogando no Couto Pereira, nesta quarta-feira, o time paranaense venceu o Ceará poir 1 a 0 e irá decidir o título com o Vasco, que derrotou o Avaí, também nesta noite, por 2 a 0. 

O gol da classificação foi marcado pelo atacante Anderson Aquino, aos 4 minutos do segundo tempo. O time coxa-branca teve o domínio de praticamente todo o jogo. Depois de empatar sem gols, em casa, na partida de ida, o Ceará apostou num esquema defensivo e só saiu para o ataque após tomar o gol. Porém, não conseguiu reverter a derrota.

PRINCIPAIS LANCES

PRIMEIRO TEMPO
8min- Anderson Aquino cobra falta da entrada da área no ângulo direito de Fernando Henrique, mas o goleiro do Ceará manda para escanteio
21min- QUASE!!! Marcelo Nicácio cobra falta da entrada da área, a bola passa debaixo da barreira e Lucas Mendes afasta por cima, quase marcando um gol contra
45min- Davi levanta na área e Fernando Henrique sai de soco; Na sequência da jogada, Rafinha ajeita, limpa a jogada e chuta cruzado, mas Erivélton salva o Ceará
SEGUNDO TEMPO
4min-GOOOL DO CORITIBA!!! Rafinha recupera a bola, faz jogada individual e passa para Anderson Aquino, que limpa o lance e chuta forte, no ângulo esquerdo
14min- ÉDSON BASTOS!!! Vicente arrisca tiro rasante de fora da área e o goleiro do Coritiba defende com dificuldades
15min- Contra-ataque rápido do Coritiba, Rafinha desce em velocidade, limpa a jogada e chuta da entrada da área. A bola passa à direita do gol, levando muito perigo
32min- Léo Gago bate falta, no ângulo, e Fernando Henrique salta para salvar o Ceará de forma sensacional, espalmando para escanteio

O Coxa chega à final, depois de sua quarta semifinal. Nas outras três vezes foi desclassificado por times gaúchos: duas vezes pelo Grêmio e outra pelo Internacional.

O jogo

Coritiba tomou a iniciativa do jogo, nos primeiros minutos, tocando a bola no campo de ataque.Todo o retraído, o Ceará ficava preso na marcação sobre a saída de bola, feita pelos alviverdes.

O Coxa pressionou muito nos primeiros 10 minutos, acuando os cearenses em seu campo de defesa.

Aos poucos, o Ceará foi encontrando espaços e o jogo ficou mais equilibrado, a partir dos 20 minutos. O time nordestino passou a buscar mais o gol, mas, nitidamente, tentava fazer o tempo passar, retardando ao máximo a partida.

O Coritiba dominou o primeiro tempo, finalizando dez vezes contra o gol do Ceará, que pouco ameaçou os coxas-brancas.  O lance mais claro de gol dos paranaenses, no entanto, aconteceu em uma bola parada, aos 8 minutos. Anderson Aquino cobrou falta no ângulo direito, para grande defesa do goleiro Fernando Henrique.

"Importante é que a equipe está criando e não está dando chance do contra-ataque, como aconteceu último jogo. Uma hora a defesa deles vai dar um vacilo e a gente vai fazer o gol da vitória", disse o meia Rafinha, na saída do gramado. 

O Coxa sustentou a pressão no inicio do segundo tempo e, desta vez, o Ceará não conseguiu resistir. Logo aos 4 minutos, o time da casa abriu o placar. Depois de uma roubada de bola, Rafinha tocou para Anderson Aquino, que invadiu a área, cortou para a perna direita e bateu com categoria no ângulo esquerdo. 

Com as entradas de mais dois atacantes, Osvaldo e Washington, o Ceará cresceu na partida e passou pressionar os donos da casa. 

O técnico Marcelo Oliveira respondeu, substituindo Davi e Anderson Aquino por William e Geraldo, com a intenção de explorar os contra-ataques.

Nos minutos finais, o Ceará partiu com tudo em busca do empate. Até o goleiro Fernando Henrique abandonou o gol, na tentativa de finalizar na área coxa-branca. Por pouco, o Coritiba não encaixou um contra-ataque e fez o segundo.

Ficha da Partida

CoritibaCoritibaTécnico: Marcelo Oliveira
  1. Édson Bastos 2º T - 46 '
  2. Jonas
  3. Émerson
  4. Demerson
  6. Lucas Mendes
  5. Leandro Donizete 2º T - 26 '
  8. Léo Gago
2º T - 30 ' 10. Davi 2º T - 9 '
2º T - 30 ' 17. Geraldo 2º T - 20 '
  7. Rafinha
2º T - 29 ' 11. Anderson Aquino 2º T - 4 '
2º T - 29 ' 15. Willian
2º T - 48 ' 9. Bill
2º T - 48 ' 18. Leonardo
10
CearáCearáTécnico: Vágner Mancini
  1. Fernando Henrique 1º T - 46 '
2º T - 10 ' 2. Diego Macedo
2º T - 10 '
https://stationlove.webnode.com.br