Parente de vítima do voo 447 cobra retirada de todos os corpos

16/05/2011 20:41

 O presidente da Associação dos Familiares das Vítimas do Voo 447, Nelson Faria Marinho, afirmou nesta segunda-feira ter sido informado apenas por meio da imprensa que os dados armazenados nas caixas-pretas do avião da Air France poderão ser analisados pelos investigadores.

Dados de caixas-pretas do voo 447 foram recuperados, diz França
Conversa da cabine do voo 447 será divulgada 'se for importante'
Parentes de vítimas recorrem e pedem indenização maior
Corpos muito degradados de vítimas do voo 447 ficarão no mar
Veja fotos do resgate da turbina e do computador de bordo
Leia cobertura completa sobre o voo 447

O Airbus A330 que fazia o voo Rio-Paris caiu no Atlântico em 2009, matando 228 pessoas.

"Minha principal preocupação não é a caixa-preta, mas o resgate dos corpos. A Justiça francesa vai se manifestar na próxima quarta-feira pelo recolhimento ou não dos corpos, mas essa decisão cabe aos familiares, não à Justiça. Já protestamos contra essa medida e esperamos que a decisão seja pela retirada [dos corpos]", disse.

  Charles Platiau-12.mai.11/Reuters  
Caixas-pretas do Airbus A330 da Air France, que caiu no oceano em 2009, matando as 228 pessoas a bordo
Caixas-pretas do Airbus A330 da Air France, que caiu no oceano em 2009, matando as 228 pessoas a bordo

"As famílias precisam encerrar esse ciclo, ter alguém para enterrar. Não importa se o corpo está em mau estado, pois os outros, que foram encontrados logo depois do acidente, também estavam. Então, é um símbolo, o fim de uma agonia", afirmou.

Marinho disse que aguarda ser recebido pela presidente Dilma Rousseff para discutir a posição do governo no acompanhamento das investigações sobre o acidente. "Não podemos deixar tudo na mão dos franceses, temos que acompanhar atentamente."

 
 
http://stationlove.webnode.com.br