Microsoft manterá serviços do Skype em concorrentes

10/05/2011 22:25

 O presidente da Microsoft, Steve Ballmer, garantiu nesta terça-feira que os serviços do Skype em produtos de concorrentes da Microsoft serão mantidos. O anúncio foi feito em conferência com jornalistas para confirmar a compra da empresa de ligações via internet por US$ 8,5 bilhões.

Microsoft anuncia compra da Skype por US$ 8,5 bilhões

"Produtos e serviços que os usuários do Skype conhecem hoje creserão e serão melhorados", disse Ballmer falando ao lado do presidente da companhia comprada, Tony Bates, que comandará a divisão da Skype dentro da Microsoft.

"Vamos continuar a investir no Skype para dispositivos que não são da Microsoft", reiterou o executivo. O serviço é usado em iPhones e telefones equipados com o sistema Android, do Google.

Kimihiro Hoshino/France Presse
Os presidentes da Microsoft, Steve Ballmer, (esq.) e do Skype, Tony Bates, no anúncio do negócio de US$ 8,5 bilhões
Os presidentes da Microsoft, Steve Ballmer, (esq.) e do Skype, Tony Bates, no anúncio do negócio de US$ 8,5 bilhões

A explicação foi dada junto ao anúncio de que a Microsoft espera integrar os serviços de ligação nos produtos da empresa, que vão desde o console Xbox aos programas do pacote Office.

"Vamos ultrapassar os e-mails e textos para experiências de comunicação mais rica no futuro", afirmou Ballmer. "Falar com os amigos e colegas pelo mundo será tão próximo como falar com eles do outro lado da mesa".

No anúncio, os executivos reiteram as apostas em uso mais frequente de conversas em vídeos por empresas e famílias, no que consideraram uma importante fonte de receitas, com publicidade antes de videoconferências, por exemplo.

"Está muito claro hoje que nem todos estão usando vídeo, particularmente dos telefones. Esta é uma oportunidade em que há muitas coisas para se fazer", disse o executivo. Bates completou: "Acreditamos que publicidade é uma ferramenta muito poderosa para monetização", afirmou.

NEGÓCIO

A Microsoft anunciou nesta terça-feira a compra do Skype por US$ 8,5 bilhões, em uma operação desenhada para fazer a gigante do software reconquistar terreno perdido para rivais como o Google.

O Skype tem 145 milhões de usuários mensais e vem ganhando espaço entre pequenas empresas. O serviço, criado em 2003, foi comprado pelo eBay em 2005 por US$ 3,1 bilhões.

No ano passado, a empresa registrou receita de US$ 860 milhões, mas a companhia sofreu um prejuízo líquido de US$ 7 milhões, segundo dados publicados pela companhia em documentos encaminhados em seu processo de oferta pública inicial.

Em 2009, o eBay vendeu uma participação majoritária na Skype para um grupo de investidores que incluiu Silver Lake, fundo de pensão do Canadá e Andreessen Horowitz, por US$ 1,9 bilhão em dinheiro e US$ 125 milhões em títulos. O eBay reteve cerca de um terço da empresa.

 
 
http://stationlove.webnode.com.br